Mundo

“Maior e mais bem-sucedida missão de limpeza” do Pacífico retirou 40 toneladas de lixo do oceano

Apesar de satisfeito com os resultados, o grupo declara que isto é apenas uma batalha ganha e ainda existe toda uma guerra para combater.

O Ocean Voyages Institute anunciou ter retirado 40 toneladas de lixo do Oceano Pacífico no espaço de 25 dias. O grupo de ambientalistas considerou a expedição a “maior e a mais bem-sucedida missão de limpeza” no Oceano Pacífico, mais especificamente numa área entre a Califórnia e o Hawai, nos Estados Unidos, conhecida como a maior concentração de quantidade de lixo flutuante no mundo.

Embalagens de detergentes, brinquedos de crianças, pedaços de mobília e redes de pesca foram alguns dos objetos removidos, como se pode ver nas fotografias captadas pelos drones do grupo.

As redes de pesca fantasma, abandonadas pelos pescadoresm têm um efeito extremamente prejudicial, pois enquanto andam à deriva vão acumulando lixo. “É muito importante que as redes de pesca fantasma saiam do oceano. Mesmo os pequenos pedaços são muito importantes”, afirma a fundadora do grupo, Mary Crowley à CNN. 

Apesar de satisfeito com os resultados, o grupo declara que isto é apenas uma batalha ganha e ainda existe toda uma guerra para combater. O impacto é bastante reduzido avaliando todo o panorama geral, visto todos os anos entre 1,15 a 2,41 milhões de toneladas de plástico irem parar aos oceanos.

“O que fizemos é pouco quando comparado com a magnitude do problema”, admite Crowley. No entanto, o grupo já planeia uma expedição de limpeza mais longa, por um período de três meses.

Origem
Jornal i
Mostrar Mais

Artigos relacionados

Back to top button
Close