Nacional

Cinco novos arguidos do caso Tancos ficam em prisão preventiva

O Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa aplicou, esta quarta-feira, prisão preventiva para cinco dos oito detidos na segunda-feira no âmbito do processo das armas de Tancos, e três vão sair em liberdade.

O advogado Carlos Melo Alves disse à agência Lusa que, dos arguidos que saem em liberdade, dois estão sujeitos a termo de identidade de residência e um fica proibido de se ausentar do país ou contactar com outros arguido

“Estão indiciados por participar no furto de Tancos, embora nenhum esteja indiciado por terrorismo internacional”, afirmou o advogado de dois arguidos, dos quais um fica em prisão preventiva e outro sai em liberdade.

Origem
Observador
Mostrar Mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close