Nacional

Contactos de passageiros provenientes de Itália serão rastreados

O anúncio foi feito pela ministra da Saúde, Marta Temido, que alarga assim uma medida que estava já em vigor para os voos provenientes da China.

Com o surgimento dos primeiros casos do novo coronavírus (Covid-19) em Portugal, o Governo decidiu alargar a rastreabilidade dos contactos dos passageiros provenientes de Itália, à semelhança do que já acontecia aos viajantes que vinham da China, anunciou a ministra da Saúde, Marta Temido, esta segunda-feira.

“Foi tomada a decisão de aplicar aos voos que são provenientes de áreas afetadas, como a China, [também] aos voos provenientes de Itália, a aplicação de uma rastreabilidade de contactos e reforço da informação“, disse a ministra da Saúde, em conferência de imprensa. 

Quer isto dizer que os passageiros que chegam a Portugal provenientes de Itália terão de identificar os seus contactos recentes, uma vez que o país europeu tem sido um dos mais afetados pelo surto do Covid-19. 

Na manhã desta segunda-feira foram confirmados os primeiros dois casos de Covid-19 em território nacional, sendo que um deles ainda está sujeito a contra-análise. 

Um dos doentes é um médico do Hospital Tâmega e Sousa que esteve no norte de Itália de férias. Ficou internado na tarde deste domingo no hospital de Santo António. De acordo com a ministra, os primeiros sintomas deste doente, de 60 anos, foram sentidos a 29 de fevereiro. 

O outro caso é o de um homem que esteve em Espanha em trabalho e está internado no hospital de São João. Este doente tem 33 anos e sentiu os primeiros sintomas a 26 de fevereiro. 

Origem
Noticias ao minuto
Mostrar Mais

Artigos relacionados

Back to top button
Close