Nacional

Contratação de jogadores estrangeiros leva antigo presidente da Câmara de Coruche a tribunal

O ex-presidente da Câmara de Coruche e atual presidente do clube GD Coruchense vai ser julgado por estar envolvido na vinda irregular de 11 jogadores de futebol para Portugal do Brasil, Senegal, Nigéria e Guiné. Além de Dionísio Mendes, outros quatro arguidos vão a julgamento.

Segundo o Correio da Manhã, foram poucas as alterações do juiz de instrução na acusação do Ministério Público. Desta forma, Dionísio Mendes, Ricardo Santos, ex-presidente do Coruchense, Vasco Neves, ex-dirigente do clube e funcionário da Câmara de Coruche, e os empresários de futebol Carlos Silva e Vasco Antão serão presentes a Tribunal.

Os arguidos estão acusados de auxílio à mão de obra ilegal ao trazerem para Portugal jogadores de futebol sem tratar das autorizações de residência ou dos vistos de permanência para celebrar contratos de trabalho.

O mesmo jornal escreve ainda que vários jogadores estavam a treinar no GD Coruchense e no União desportiva do Sorraia sem contrato de trabalho. Não tinham ”ordenado fixo e apenas eram pagas parte das despesas de alojamento e alimentação.

De acordo com o despacho, os arguidos agiram com “intenção lucrativa”.

O caso remonta a 2015.

O julgamento, que decorrerá no Tribunal de Santarém, ainda não tem data marcada.

Origem
Jornal i
Mostrar Mais

Artigos relacionados

Back to top button
Close