Nacional

Operação “Ano Novo”: Mais de 300 detidos pela GNR com excesso de álcool

Mais de 300 pessoas foram detidas entre sexta-feira e as 08:00 de hoje, por condução com excesso de álcool no sangue, no âmbito da Operação “Ano Novo”, segundo dados provisórios da Guarda Nacional Republicana (GNR).

Em comunicado, a GNR adianta que desde o início da operação [sexta-feira] e até às 08:00 de hoje foram fiscalizados 33.908 condutores, dos quais 940 conduziam com excesso de álcool.

Destes 940 condutores com excesso de álcool, 311 foram detidos por apresentarem uma taxa de igual ou superior a 1,2 g/l.

Segundo a GNR, foram também detidas 76 pessoas por conduzirem sem habilitação legal.

No que diz respeito às 8.592 contraordenações registadas, a GNR adianta que 3.253 foram por excesso de velocidade, 446 por falta de inspeção periódica obrigatória, 370 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças e 283 por anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização.

A GNR dá ainda conta de 240 contraordenações por uso indevido do telemóvel no exercício da condução e 216 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório.

Uma fonte da GNR remeteu para mais tarde dados provisórios e atualizados sobre o número de acidentes e vítimas.

Entre sexta-feira e as 12:00 de terça-feira, primeiro dia de 2019, foram registados oito mortos e 18 feridos graves em acidentes de viação.

Na operação, que termina hoje, participam mais de 3.000 militares.

Origem
Sapo
Mostrar Mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close