Negócios

Milionário russo já controla maioria do capital da dona do Minipreço

A empresa Letterone de Mikhail Fridman possui 58,36% do grupo de distribuição alimentar Dia, após a oferta pública de aquisição (OPA), e prepara-se para ultimar o acordo com os bancos credores.

Mikhail Fridman, através da empresa Letterone já é o maior acionista da cadeia de distribuição alimentar Dia, que em Portugal é dona do Minipreço, depois de alcançar um acordo de princípio com 16 das 17 entidades bancárias credoras do grupo, que representam 77,5% do financiamento sindicalizado, revelou a empresa em comunicado enviado à Comissão Nacional do Mercado de Valores (CNMV) esta sexta-feira.

A Letterone, empresa controlada pelo milionário russo, comunicou o nível de adesão da oferta pública de aquisição (OPA) lançada ao grupo Dia, da qual já era a maior acionista. No total, a Letterone conseguiu o apoio de 29,36% do capital para a sua oferta de 0,67 euros por ação, o que envolve a valorização da empresa em 400 milhões de euros. Desta forma, Mikhail Fridman passa a controlar 58,36% da cadeia de distribuição alimentar.

Depois de atingir esta meta Mikhail Fridman vai injetar um aumento de capital no valor de 500 milhões de euros, embora condicionada ao sucesso do processo de refinanciamento com os credores bancários.

O acordo com os credores e a injeção de capital é fundamental para a viabilidade da empresa, que atualmente possui um património líquido negativo de 175 milhões de euros.

O grupo Dia registou perdas de 144,4 milhões de euros no primeiro trimestre do ano, bastante acima dos 16,2 milhões no mesmo período do ano anterior.

Origem
Jornal Economico
Mostrar Mais

Artigos relacionados

Back to top button
Close