Negócios

Vítor Constâncio lança aviso: Criptomoedas “não são moeda coisa nenhuma”

“A moeda privada foi tentada no século XIX em muitos países, acabou sempre por não funcionar e gerar crises recorrentes”, afirmou o antigo vice-presidente do Banco Central Europeu

O ex-vice-presidente do Banco Central Europeu (BCE), Vítor Constâncio, afirmou nesta quinta-feira que “não há verdadeiramente moeda sem um poder estatal por trás”, sublinhando que as criptomoedas “não são moeda coisa nenhuma”. O economista e ex-governador do Banco de Portugal falava durante uma conferência no Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG), em Lisboa, sobre “Guerras Cambiais no século XXI”.

Vítor Constâncio, que falava sobre a participação das diferentes moedas nas reservas oficiais dos países, considerou que neste campo não há lugar a “nenhumas coisas chamadas ‘cryptocurrencies’, que não são moeda coisa nenhuma”. As criptomoedas “nunca terão qualquer hipótese de ter essa visibilidade”, reforçou o economista.

“A moeda privada foi tentada no século XIX em muitos países, acabou sempre por não funcionar e gerar crises recorrentes e por razões que também se compreendem estudando a história monetária desde outros séculos não há verdadeiramente moeda sem um poder estatal por trás e, em última análise, o poder de taxar os cidadãos”, afirmou.

Em Portugal, o Banco de Portugal (BdP) e a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) têm feito diversos alertas para os riscos relacionados com ‘bitcoin’ ou outras moedas virtuais, como são designadas. O BdP também já recomendou às instituições de crédito, às instituições de pagamento e às instituições de moeda eletrónica sujeitas à sua supervisão que se abstenham de comprar, deter ou vender moedas virtuais.

Origem
Expresso
Mostrar Mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close