Nacional

Culpa das filas no aeroporto de Lisboa é “a falta de condições do próprio aeroporto”

Radio Renascença

Sindicato que representa os inspetores do SEF reconhece que o rigor no controlo documental explica as longas filas de espera, mas só em parte. “Problema principal” é a falta de condições, refere Acácio Pereira.

O Sindicato que representa os inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) reconhece que o rigor no controlo documental é uma das explicações para as longas filas de espera que se têm registado esta semana no Aeroporto de Lisboa, mas sublinha que o principal problema é a falta de condições do próprio aeroporto.

O sindicalista Acácio Pereira acusa a ANA – Aeroportos de Portugal de continuar a ter outras prioridades que não melhorar as condições da infraestrutura.

“Quando falamos nas filas dos aeroportos, essas filas são, no fundo, a garantia de que nós estamos a cumprir os critérios de segurança, mas também é preciso pensarmos que essas filas não são apenas derivadas daquilo que é a atividade do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras e dos seus inspetores, são derivadas também de questões estruturais.”

Sobre isto, o responsável sublinha que “o aeroporto de Lisboa não tem a estrutura adequada” e que ” a ANA Aeroportos não tem sabido responder” a essa problema. “Tem valorizado sobretudo a questão do lucro em detrimento daquilo que é a função de um aeroporto, que é o sítio onde se controlam as pessoas e se permite a sua entrada [no país].”

Acácio Pereira diz ainda que a parte relativa ao SEF se resolveria com um reforço de pessoal, mas que, como o serviço não tem essa capacidade, antevê um verão muito complicado não só no aeroporto de Lisboa como em todos os aeroportos nacionais.

“Neste momento, a política de gestão de recursos humanos no SEF é uma política de gestão de manta curta, retira-se de um lado para tapar no outro. Naturalmente que tem de ser reforçado nesta altura do ano. [Mas] o que é expectável é que não haja alterações substanciais na melhoria dos tempos de espera, antes pelo contrário.”

Origem
RR
Mostrar Mais

Artigos relacionados

Back to top button
Close